top of page

ACIC organiza COMITÊ DE RESILIÊNCIA




Um importante passo foi dado na manhã do dia 9 de maio. Em meio a muitos desafios, a ACIC, preocupada e atenta com a atual situação, organizou um Comitê de Resiliência, com o enfoque no planejamento de ações e estratégias que visam o desenvolvimento econômico e social da comunidade. Em um mundo de rápidas transformações, e fortemente impactado pelas mudanças climáticas, é urgente que ações sejam planejadas, uma vez que, pelo entendimento de especialistas em turismo, essas mudanças são identificadas como o maior risco aos destinos turísticos, capazes de os colocar em condições extremamente delicadas e de forma sistêmica.


De maneira geral, a resiliência é muitas vezes considerada como a capacidade de resistir a tempos difíceis ou “se recuperar” de um desastre. Por exemplo, uma cidade devastada por um tornado é chamada de resiliente quando seu povo e sua infraestrutura são capazes de se recuperar rapidamente. Os conceitos de sustentabilidade e resiliência se confundem e se entrelaçam, mas não têm o mesmo significado. A sustentabilidade prioriza os resultados, enquanto a resiliência, o processo.


Um ponto importante e de união de esforços dessa iniciativa é o cuidado com a saúde mental, tema que a ACIC tem se empenhado em construir parcerias que agora ganharão mais força, no intuito de acolhimento e orientação às pessoas que estão necessitando deste recurso.


É fundamental e urgente que se compreenda sobre o que no passado se apresentava como desafios de sustentabilidade, hoje se tornam crises de resiliência. Uma das propostas levadas a este grupo pelos consultores da ACIC é a elaboração de um “Índice de Resiliência do Turismo”, servindo como uma ferramenta para que as empresas possam fazer uma avaliação de suas condições, organizado em cinco categorias de análise: planejamento de negócios e operações; preparação para desastres; marketing; força de trabalho e recursos governamentais. O modelo dessa ferramenta parte de experiências em desastres climáticos nos EUA, em territórios que há décadas sofrem com eventos severos e que se dedicam a reduzir os seus impactos nas comunidades.


A construção da resiliência começa necessariamente com decisões sobre o que é valorizado, para a ACIC a comunidade e o seu desenvolvimento equilibrado é seu foco de trabalho e dedicação.


No momento precisamos de união e esforços de todos. Engaje-se neste movimento de solidariedade com a ACIC. Toda ajuda é muito bem-vinda.

Comments


bottom of page